Sesap atualiza informações sobre covid-19 e organização da rede estadual de saúde - Salomão Medeiros
TCM HD

sábado, 10 de outubro de 2020

Sesap atualiza informações sobre covid-19 e organização da rede estadual de saúde

O secretário estadual da Saúde, Cipriano Maia, apresentou os dados epidemiológicos da covid-19 no Rio Grande do Norte, durante coletiva de imprensa concedida nesta sexta-feira, 09.

O boletim epidemiológico mostra que o estado possui 72.450 casos confirmados, 39.596 casos suspeitos e 154.289 descartados. Quantos aos óbitos, foram registrados três a mais em relação ao boletim anterior, sendo um nas últimas 24 horas. Há 316 óbitos em investigação.

O índice que indica o potencial de transmissão da covid-19, a R(t), está em 1,12 no estado como um todo. As regiões Mato Grande (0,90), Seridó (0,83), Trairi/Potengi (0,99) e Metropolitana (0,97) mantém o índice abaixo de 1 e nas demais regiões a Rt ultrapassou esse número. O Agreste potiguar está com Rt de 1,21, o Oeste com 1,34, o Alto Oeste com 1,27 e o Vale do Açu com 1,35.

O secretário informou que, com esse aumento do índice, o estado tem 66 municípios em zona de perigo, com a transmissibilidade acima de 2, e 70 municípios em zona de risco, com R(t) entre 1,03 e 2. “Isso nos leva a chamar a atenção da população dessas regiões, dos gestores e agentes da saúde para a necessidade de intensificar as ações de controle”, ressaltou. 
Quanto à taxa de ocupação das unidades de saúde, a Região Metropolitana está com 39% dos leitos ocupados, o Oeste com 49%, Alto Oeste com 90%, Mato Grande com 50% e Seridó com 40% de ocupação. Nas unidades de saúde de São Paulo do Potengi e Santo Antônio não há pacientes internados com sintomas da covid-19.

Ele lembrou que a testagem é uma importante medida de controle disponibilizada aos municípios pelo Governo do Estado. “Temos disponibilidade de testes RT-PCR para testar todos os casos suspeitos, e o teste sorológico, ofertado para que tenhamos segurança da situação imunológica da população”.

Reversão de leitos em Caicó:  Diante da demonstração de estabilidade da doença no Estado e da taxa de ocupação de leitos, o secretário Cipriano Maia anunciou a reversão de 10 leitos de UTI Covid no Hospital Regional Telecila Freitas Fontes (Hospital Regional do Seridó), em Caicó, para atender pacientes de outras doenças.

A mudança vai aumentar a capacidade de atendimento da unidade em áreas das quais é referência para a região Seridó, como traumato-ortopedia e urgências e emergências. “Estamos dando continuidade ao trabalho de conversão de leitos para desafogar a pressão por leitos de UTI não covid”, disse. 

Mesmo após a reversão, a unidade ficará com 20 leitos de UTI e 18 leitos clínicos destinados a pacientes confirmados ou com suspeita do novo coronavírus. 

Assistência vascular: Na coletiva foi anunciado que, desde o dia 5 de outubro, o Hospital Pedro Germano começou a receber pacientes para cirurgias vasculares do pé diabético. “Está em curso à integração do Hospital da Polícia ao Sistema Único de Saúde, já tivemos a transferência do ambulatório e dos leitos de UTI e nessa nova fase estamos iniciando os procedimentos cirúrgicos”, anunciou Cipriano Maia.

O Centro Cirúrgico da unidade conta com quatro salas, sendo uma para pequenos procedimentos. Tem o suporte de 30 leitos de enfermaria e oito leitos de UTI.

A estruturação da nova unidade para assistência vascular permitirá a desocupação gradual do hospital Estadual Dr. Ruy Pereira, definida por decisão judicial que resultou em acordo entre a Sesap, Ministério Público Estadual e Federal e Conselho Regional de Medicina.

A estrutura precária do local, com laudos da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros e o custo mensal de 200 mil reais mensais aos cofres públicos tornaram necessária a transferência dos serviços para outras unidades de saúde, através de um novo fluxo assistencial dos pacientes vasculares (pé diabético), que vem acontecendo de forma sistemática através de negociações e adaptações estruturais, fluxos e rotinas das unidades, bem como alinhamento entre as equipes assistenciais. 

Crescimento da economia: A coletiva de imprensa teve, ainda, a participação do secretário adjunto de Tributação, Álvaro Bezerra, que anunciou o incremento de 15% da arrecadação do Estado no mês de setembro. Os dados estão publicados na 12ª edição do boletim de acompanhamento das atividades econômicas do Rio Grande do Norte. 

“Chama a atenção o incremento no mês de setembro, com aumento de 15% da arrecadação total, crescimento de 17% do ICMS, comportamento que tem a ver com a liberação das atividades econômicas, com atitude responsável do Governo do Estado de ter a preocupação com a saúde e ao mesmo tempo um olhar voltado para o desenvolvimento da atividade econômica”, disse. 

Ele informou que a Secretaria Estadual de Tributação tem feito o monitoramento dessas atividades para que a retomada econômica venha acompanhada do crescimento da arrecadação. O secretário anunciou a criação do REFIS, um programa de financiamento de débitos. “Uma grande oportunidade que o governo está sinalizando para o setor produtivo poder regularizar seus débitos com redução de até 90% de juros e multas”, explicou. 

Segundo ele, a expectativa é de manter o crescimento nos meses seguintes. “O incremento será voltado para os compromissos do Governo do Estado com os débitos no ano de 2020, entre eles o adiantamento de 40% do 13º salário dos servidores, o que demostra a prioridade do governo com o servidor público e em outro aspecto levará a injeção de mais recursos na economia, muito importante para o setor produtivo”. Foto:Pixabay

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deste blog estão sujeitos a moderação e não serão publicados: comentário com ofensa pessoal, racismo, bullying ou desrespeito a opinião dos outros e/ou ofensas a outros comentários,e não representam a opinião deste blog.

publicidade