População das zonas Norte e Oeste de Natal receberam máscaras neste sábado - Salomão Medeiros
TCM HD

sábado, 25 de julho de 2020

População das zonas Norte e Oeste de Natal receberam máscaras neste sábado

O Governo do Estado levou as ações do programa RN+Protegido, de distribuição de máscaras de proteção facial à população, a diferentes localidades neste sábado (25), com equipes espalhadas pela capital e na região do município.

As ações deste sábado, 25, foram coordenadas pela Defesa Civil do RN em parceria com a Cruz Vermelha e apoio da Associação do Conselho de Segurança do bairro Potengi e da Faculdade Estácio, unidade Zona Norte.

Durante a amanhã as equipes fizeram uma blitz na estrada da Redinha, próximo à Caixa Econômica Federal, com participação da Polícia Militar e lideranças comunitárias da Zona Norte, onde foram distribuídas 4 mil máscaras. 
Também no turno matutino a Cruz Vermelha distribuiu outras 4 mil unidades no bairro Guarapes e localidades vizinhas da Zona Oeste de Natal. Ao longo do dia, a Defesa Civil distribui 5 mil máscaras em Canguaretama e praias próximas, como Barra do Cunhaú, Pipa, Tibau do Sul e Sibaúma.

O RN+Protegido já distribuiu 4,7 das 7 milhões de máscaras que pretende entregar à população. Na primeira fase do programa foram distribuídas 3 milhões de máscaras. Nesta segunda, iniciada há 10 dias, 1,7 das 2 milhões já foram entregues à população em situação social mais vulnerável.

O controlador geral do Estado e coordenador do programa, Pedro Lopes, estima que essas ações tenham chegado a mais de 2 milhões de potiguares, ou quase 70% da população do Estado.

Grande parte dessas máscaras é entregue a entidades e prefeituras para distribuição em comunidades. Mas Pedro Lopes lembra que desde a última quarta-feira a Defesa Civil, em parceria com a Cruz Vermelha, tem promovido ações diretas de entrega de máscaras à população. 
Durante esta semana dez municípios receberam as equipes: Natal, Parnamirim, Mossoró Grossos, Tibau do Sul, Areia Branca, João Câmara, Ceará-Mirim e Currais Novos. E também nas praias de Genipabu e Maracajaú.

Nesta sexta-feira (24) a ação ocorreu em Nísia Floresta para distribuição de 5 mil máscaras, além de outras 2 mil no conjunto Planalto e 6 mil em Parnamirim. “Próxima segunda-feira faremos o planejamento de ações para a semana, com foco de acordo com o índice de contaminação das regiões. Mas como já distribuímos 2,6 milhões de máscaras na Região Metropolitana de Natal e estivemos recentemente no Alto Oeste, devemos chegar à Região Oeste, em Pau dos Ferros e municípios vizinhos”, estimou Pedro Lopes. 

RN+Protegido: O programa é realizado em parceria do Governo do Estado com as indústrias de confecção do RN, em especial a Guararapes e Coteminas, além do Sindicato da Construção Civil no RN (Sinduscon). Vai permitir a produção de 7 milhões de máscaras para doação e foi pensado para o enfrentamento dos impactos da calamidade pública decorrente do novo coronavírus no Rio Grande do Norte.

O Governo está investindo R$ 3 milhões na ação, em 3 etapas: a 1ª (3 milhões de máscaras) por meio de empréstimo junto ao Banco Mundial (projeto do Governo Cidadão); a 2ª (2 milhões de máscaras de pano) e a 3ª (2 milhões de máscaras de TNT), por meio de recursos aportados do Governo Federal através de emenda parlamentar da Senadora Zenaide Maia (até R$ 2 milhões).
As empresas e entidades parceiras do RN+Protegido vão doar matérias-primas para a confecção do total de máscaras. A Guararapes Confecções S/A, além de doar matéria-prima para o Programa, fará o processo de confecção cobrando do Governo do RN somente o custo da mão de obra, doando os demais gastos de fabricação e o lucro. Ou seja, os recursos aportados pelo Governo serão destinados apenas ao pagamento da mão de obra.

Assim, a parceria Governo do RN e empresas, além de proteger a população do RN do Covid-19, proporcionará emprego e renda a mais de 4 mil profissionais costureiras estabelecidas no Estado potiguar, em especial as integrantes do Programa Pró-Sertão.Fotos:Sandro Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deste blog estão sujeitos a moderação e não serão publicados: comentário com ofensa pessoal, racismo, bullying ou desrespeito a opinião dos outros e/ou ofensas a outros comentários,e não representam a opinião deste blog.

publicidade