Pular para o conteúdo principal

Indústria de alimentos e bebidas se prepara para retorno presencial aos escritórios

A Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA) assinou no dia 10 de julho, termo de adesão ao protocolo sanitário da prefeitura de São Paulo (Portaria 605/2020) para o retorno do trabalho presencial nos escritórios.

As medidas de segurança e prevenção para combate à pandemia previstas no protocolo sanitário municipal estão divididas em cinco grupos: 

· Distanciamento social; 
· Higiene e Sanitização; 
· Comunicação; 
· Colaboração com o esforço de testagem; 
· Horários alternativos para atendimento ao público e volta seletiva ao trabalho. 

“A indústria de alimentos e bebidas foi um dos primeiros setores da economia a incrementar medidas preventivas para a segurança dos colaboradores, profissionais e fornecedores e nunca interrompeu suas atividades para continuar abastecendo a população. Agora, as empresas planejam o retorno presencial de seus colaboradores aos escritórios e o protocolo sanitário da Prefeitura serve como um guia adicional ao planejamento de cada empresa e desta forma seguimos produzindo alimentos com segurança e qualidade”, comenta João Dornellas, presidente executivo da ABIA. 
Com a adesão voluntária ao protocolo sanitário municipal, as empresas poderão agora organizar o retorno dos colaboradores que trabalham na esfera administrativa com maior segurança. Além disso, a ABIA já havia distribuído às empresas associadas um Guia de Boas Práticas que, além de reforçar as medidas já adotadas pelas indústrias, detalha e esclarece os procedimentos de prevenção nas fábricas. 

Como a atividade da indústria de alimentos e bebidas é essencial, a produção nas fábricas manteve seu funcionamento normalmente durante o período mais restrito da quarentena implementada em todo o País. Para tanto, as empresas do setor intensificaram as medidas de segurança, higiene e controle existentes e implementaram medidas adicionais desde o início da pandemia. Um dessas medidas foi a mudança de formato de trabalho dos escritórios exclusivamente administrativos, transferindo a rotina dos colaboradores para o regime de home office.

“Cada empresa associada da ABIA tem total liberdade para planejar o retorno ao trabalho presencial nos escritórios, inclusive manter o formato de home office se assim achar necessário. Com o Guia de Boas Práticas da ABIA e a adesão ao protocolo sanitário da Prefeitura de São Paulo, temos um rol completo de orientações para mantermos todos os profissionais seguros, seja na operação ou nas áreas administrativas”, completa Dornellas. 

SOBRE A ABIA: A Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA), no cumprimento de sua missão - promover o desenvolvimento sustentável da indústria brasileira de alimentos, por meio do diálogo, ciência e inovação, com respeito ao consumidor e em harmonia com a sociedade - reforça a importância de que suas associadas sigam as recomendações do Ministério da Saúde para a contenção da pandemia de Covid-19, disponíveis em https://coronavirus.saude.gov.br/.Foto:Guia de Boas Práticas/Reprodução

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em ato inédito, Governo do RN distribui sementes crioulas para agricultores familiares

Casada, mãe de três filhos, Ana Maria da Silva Gomes, 52, é agricultora, guardiã de sementes, pescadora e cabeleireira da comunidade Assentamento Professor Maurício de Oliveira, na cidade de Assu, região Oeste do Rio Grande do Norte.  Ela representa uma das três mil famílias beneficiadas pelo Programa Estadual de Sementes Crioulas - as sementes da tradição - que pela primeira vez estão sendo doadas pelo governo estadual para agricultores familiares.  A primeira etapa de distribuição, realizada através da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Rural (Sedraf), ocorreu nesta sexta-feira (31), no auditório da Ufersa (Universidade Federal Rural do Semiárido), em Mossoró, onde foram entregues sementes de milho, feijão, sorgo, castanha de caju, fava e arroz vermelho. Os tipos de sementes foram definidos pelos próprios agricultores porque são as mais utilizadas pela maioria dos contemplados, cuja tradição é passada de geração a geração. Para execução do

Governo do RN garante cumprimento do piso salarial do magistério

O Governo do Estado, através da governadora professora Fátima Bezerra e do secretário de estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC-RN), professor Getúlio Marques, assegura o cumprimento do Piso Nacional do Magistério. Em janeiro de 2020, o Ministério da Educação (MEC) anunciou reajuste de 12,84%. O salário dos profissionais da rede pública da educação básica em início de carreira passará de R$ 2.557,74 para R$ 2.886,24. “Nós continuamos abertos ao diálogo com o sindicato, garantindo não somente o reajuste, como também o pagamento retroativo”, afirmou o secretário. Ele explicou que o percentual proposto pelo MEC está acima da previsão da receita do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), que financia a rede básica de Educação. Em 2019, o Governo do Estado recebeu R$ 902 milhões e a previsão para este ano é de R$ 926 milhões, ou seja, menos de 3% de aumento. Mesmo diante desse déficit

Claudia Rodrigues sofre convulsão e é encaminhada para a UTI

A  atriz Claudia Rodrigues sofreu uma queda onde acabou tendo uma convulsão na sequência e foi levada para o Hospital Alberto Einstein, em São Paulo, onde acabou sendo internada na Unidade de Terapia Intensiva. De acordo com informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal 'O Dia', diagnosticada com esclerose múltipla e com diminuição de parte da massa encefálica, a atriz desenvolveu um edema cerebral, por conta da queda, descoberto pelos médicos nesta quinta-feira (30).  Procurada, a assessoria do hospital confirmou a internação da atriz. Os representantes de Claudia, no entanto, ainda não se pronunciaram oficialmente sobre a nova internação.  No mês de dezembro, a artista foi internada na mesma unidade para tratamento contra a doença degenerativa.Com informações de Notícias Ao Minuto Brasil/Foto:Divulgação