Governo mantém ações de assistência às populações mais vulneráveis - Salomão Medeiros
TCM HD

quarta-feira, 29 de julho de 2020

Governo mantém ações de assistência às populações mais vulneráveis

A governadora Fátima Bezerra anunciou na coletiva de imprensa desta quarta-feira, 29, o encerramento da fase inicial do programa RN + Unido, mas assegurou que “as ações de assistência às populações mais vulneráveis vão continuar com aporte financeiro próprio da administração estadual para aquisição de cestas básicas e ações voltadas para dar condições de sobrevivência aos mais necessitados".

A chefe do Executivo estadual agradeceu aos parceiros, secretários de Estado e servidores que tornaram realidade o programa RN + Unido: "Uma lição de solidariedade que a sociedade dá no contexto dessa pandemia tão severa. Minha gratidão pelo empenho dos gestores Pedro Lopes e Iris Oliveira, na coordenação dos trabalhos, e também aos empresários da Assurn pela disponibilidade nas ações".
Já sobre a ação Pacto Pela Vida, Fátima Bezerra avaliou como muito positiva a atividade do último final de semana do Governo do Estado em parceria com as prefeituras em todo o litoral do RN, de Tibau a Baía Formosa.

"Reunidos no Pacto pela Vida, o Governo e os 23 municípios da faixa litorânea garantiram o cumprimento das medidas dos decretos que estabelecem o distanciamento e o isolamento social. Tivemos uma exceção, com aglomerações na praia de Pipa. Mas já tomamos as medidas para que não se repita".

Uma nova reunião com prefeitos dos municípios do litoral, ministérios públicos, Federação do Comércio e Associação de Bares e Restaurantes vai reforçar as medidas para a continuidade das ações protetivas. "Precisamos continuar avançando no quadro da pandemia no RN, manter ambiente seguro para darmos continuidade à retomada das atividades econômicas", pontuou a governadora. 

Novos Leitos: A governadora anunciou, na ocasião, a abertura de novos leitos para assistência Covid. "A combinação de oferta de leitos e isolamento social foram fatores decisivos para o atual quadro de queda na pandemia no RN. A tendência de redução vem se mantendo há algumas semanas. Mas tivemos o aumento da taxa de transmissibilidade, o que motivou a suspensão da terceira fase da retomada das atividades econômicas". 

Em Mossoró, o Governo do Estado vai renovar o contrato com o Hospital São Luiz para continuar oferecendo 65 leitos - 40 de UTI e 25 clínicos. A renovação é resultado de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com prazo para os próximos três meses e tem o valor de R$ 12,1 milhão, sendo 70% (R$ 9 milhões) custeado pelo Governo do Estado e 30% (R$ 2,1 milhão) pela prefeitura de Mossoró. 

Até 15 de agosto, o Poder Executivo Estadual instalará mais 10 UTIs no Hospital Regional de Assu, cinco UTIs no Hospital municipal de Macau e 10 leitos clínicos e cinco UTIs no Hospital Mariano Coelho, em Currais Novos. 

RN + Protegido: O Controlador Geral do Estado (Control) Pedro Lopes deu números de distribuição de máscaras do período de 01 a 28 de julho e anunciou a programação para os próximos dias. Por meio do programa RN + Protegido começa nesta quarta-feira mais uma ação de distribuição de máscaras à população. O Governo do Estado, em parceria com a indústria têxtil, investiu R$ 3 milhões em recursos próprios para pagar a mão de obra da confecção das máscaras, o que assegura 4 mil empregos nas oficinas de costura no interior. 

A Defesa Civil do Estado em parceria com a Cruz Vermelha vai distribuir esta semana, com base índices de contaminação, 100 mil máscaras do programa em 29 municípios. Na manhã desta quarta-feira, doze equipes foram às ruas em Natal, Macaíba, São Gonçalo do Amarante, São José do Mipibu, Monte Alegre, Vera Cruz, Goianinha, Bom Jesus, Tibau do Sul, Ceará Mirim, Arês, Baia Formosa e Mossoró. 
Para esta quinta-feira, dia 30, a distribuição de máscaras será em Apodi, Felipe Guerra, Santa Maria, São Paulo do Potengi, Riachuelo, Cachoeira do Sapo, Caiçara do Rio dos Ventos, Lajes, Fernando Pedrosa, Angicos, Jardim de Piranhas e Serra Negra. Já na sexta-feira, 31, serão beneficiados com distribuição de 15 mil máscaras os municípios de Assu, Ipanguassu e Itajá. No sábado, 1º, serão contempladas as cidades de Natal e Macau. Para a semana seguinte está prevista programação no Agreste, Seridó e Alto Oeste. 

CENTRAL DE DOAÇÕES:  À frente das ações de doação, Pedro Lopes ainda fez um balanço sobre a Central Estadual de Controle de Recebimento do Governo do Estado, que registra R$ 5,2 milhões em produtos. A maior doação foi da Fundação Itaú, de 20 monitores cardíacos e 40 ventiladores pulmonares. Outras doações substanciais foram da Potigás (18 mil protetores faciais), do Fisco Solidário/servidores da Secretaria Estadual de Tributação mais servidores do Detran (130 cestas básicas e equipamentos para o hospital da Polícia Militar). 

O Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) doou 2,5 toneladas de alimentos. A empresa Rei dos Colchões doou 250 cestas básicas destinadas a comunidade no município de Alexandria. A parceria do Governo do Estado com a Associação dos Supermercados do RN (Assurn) obteve em doações pela população 1,3 tonelada de alimentos. 

Houve, ainda, a disponibilização de 9 mil litros de álcool 70% da parceria Governo/UFRN/NUPLAN na qual o poder estadual comprou álcool 92% e o Nuplan diluiu o produto a 70%. 

Com isso o custo médio que seria R$ 4,00 por litro cai para R$ 2,20. Este produto é destinado aos hospitais do Governo em todo o Estado. O RN + Unido ainda distribuiu em julho 1.340 cestas básicas para 20 instituições, sendo 11 em Natal e 9 no interior.

O presidente da Associação dos Supermercados do Rio Grande do Norte (ASSURN), Nelson Leiros, agradeceu, na ocasião, ao Governo do RN pelo programa RN Mais Unido "que trouxe benefícios para muita gente em dificuldade. Agradeço também as nossas lojas que se associaram à campanha e à população que fez as doações. Sempre que houver campanhas como esta estaremos dispostos a participar", disse Nelson Leiros. 

POPULAÇÕES VULNERÁVEIS: A Secretária de Estado do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas), Iris de Oliveira informou que o balanço das entregas feitas pelo programa RN + Unido no período de abril a julho, somam 53 toneladas de alimentos e material de higiene e limpeza. Destas, 33 toneladas foram recebidas da parceria com a Assurn e 20 toneladas de doações por sindicatos, empresas, associações da sociedade civil e do Movimento Sem Terra. 

A administração estadual também fez aquisições de alimentos para atender populações vulneráveis, como LGBTQI+, juventude, pessoas com deficiência, mulheres, quilombolas e povos tradicionais, com cinco mil cestas básicas. Foram atendidos 32 municípios e 169 entidades. "Somadas estas ações representam mais de 10 mil cestas básicas entregues contabilizando as adquiridas pelo Governo e as doações recebidas pela Central", explicou Iris Oliveira.

A titular da Sethas também informou que mais de mil kits de higiene e limpeza, 32 mil máscaras de tecido e 1.500 litros de álcool 70% incluíram as cestas básicas entregues. "O RN + Unido é um programa que contou com muitas mãos, sob coordenação do secretário Pedro Lopes, da Control, parceria significativa da Assurn e participação da Defesa Civil, Cruz Vermelha, Ministérios Públicos que se juntaram para construir esse resultado altamente positivo".

O RN + Unido se encerra esta semana, mas o Governo do RN fará ação complementar para atender 270 instituições, que atuam em 71 municípios, que perderam emprego ou estão impossibilitadas de trabalhar impactadas pela pandemia e pelo isolamento social.

"O balanço final do RN + Unido, por meio das doações e compras diretas feitas pelo Governo do Estado, vai somar distribuição de 200 toneladas de alimentos, aplicação de R$ 420 mil na agricultura familiar, 30 mil cestas básicas e kits de higiene e limpeza para atender 80 mil pessoas vulneráveis em todo o RN. Além disso a soma geral é de 210 mil máscaras entregues para combate ao coronavírus", afirmou Iris Oliveira.

DADOS: O total de internamentos em consequência da Covid-19 no Rio Grande do Norte nesta quarta-feira, 29, é de 482 pacientes. Destes 238 estão em leitos críticos e 230 em leitos clínicos. A taxa de isolamento social é de 39,2%.

A subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), Alessandra Luchesi informou que a fila de regulação tem 3 pacientes para leitos críticos, 9 para leitos clínicos e 17 aguardando transporte sanitário. Os casos confirmados até hoje são 49.051, suspeitos 61.200, descartados 77.647, óbitos 1.735 (6 nas últimas 24 horas) e 186 óbitos em investigação. 

Mais dados 

Taxa de ocupação geral - 62,8% 

81% - Mossoró 

20% - Pau dos Ferros 

60% - João Câmara 

57% - Natal 

20% - São José de Mipibu 

80% - Seridó.Fotos:Elisa Elsie

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deste blog estão sujeitos a moderação e não serão publicados: comentário com ofensa pessoal, racismo, bullying ou desrespeito a opinião dos outros e/ou ofensas a outros comentários,e não representam a opinião deste blog.

publicidade