Pular para o conteúdo principal

Abastecimento: Caern já realiza testes no sistema de São Miguel

Mais que um sonho, um serviço essencial que em poucos dias volta às torneiras de aproximadamente 24 mil habitantes de São Miguel. O Governo do Estado, através da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), está realizando os testes para retomar o abastecimento do município localizado no Alto Oeste.

A cidade, devido à crise hídrica, estava há seis anos sem fornecimento de água através da Caern. Segundo a governadora Fátima Bezerra, “esse serviço vem sendo acompanhado de perto pela atual gestão para que os micaelenses tenham, o mais breve possível, água jorrando em suas torneiras”.
A Companhia concluiu uma nova adutora, com 3 km de extensão, para captar água no Açude Bonito. Devido às chuvas na região, o manancial está atualmente com 27% de sua capacidade de acordo com medições do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn). 

A Estação de Tratamento de Água (ETA) e as três Estações Elevatórias de Água (EEA) foram totalmente recuperadas com renovação de todos os equipamentos. Foram investidos cerca de R$ 3 milhões pelo Governo do Estado através da Caern.

Na noite desta quarta-feira (15), foi comemorada pela equipe da Caern a chegada da água até o reservatório da cidade. “A cada etapa que vamos vencendo para abastecer o município é uma conquista enorme para nós”, afirma Odair Rêgo, gerente da Regional Alto Oeste da Caern. Como já previsto, o bombeamento precisou ser interrompido, pois, devido ao tempo que a rede esteve sem uso, a tubulação apresentou vazamentos. Assim, neste momento a Companhia trabalha na correção e em ajustes operacionais no Sistema de Abastecimento de Água (SAA) de São Miguel.

A previsão da Caern de é que o fornecimento de água para a população ocorra até o fim do mês. Além disso, a água que está sendo usada nos testes é bruta, sem o prévio tratamento, assim, caso algum imóvel venha a receber o líquido não deve fazer consumo do mesmo. A orientação para a população é que utilize este período para fazer os reparos necessários nos reservatórios de seus imóveis.

“Para Caern foi uma obra, mas para a população foi o retorno de um bem fundamental para dignidade e para o bem-estar social. Essa foi uma obra que teve o esforço de várias pessoas e todas vibram com a cidade de São Miguel. Agora vamos reunir esforços para retomar o abastecimento da cidade Paraná, a última cidade do Alto Oeste em colapso”, afirma Roberto Linhares, Diretor Presidente da Caern.

“Estamos muito satisfeitos com a volta da água para as torneiras. Durante esse período comprávamos água e não saía barato. Consumia por mês 5 mil litros de água, o que custava R$ 100. Agora com a água encanada vai melhorar e sair bem mais barato, porque eu pagava a tarifa mínima que na época era R$ 35 por 10 mil litros”, comemora Nailsa Silva, moradora de São Miguel.Foto:Reprodução/Vídeo/Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em ato inédito, Governo do RN distribui sementes crioulas para agricultores familiares

Casada, mãe de três filhos, Ana Maria da Silva Gomes, 52, é agricultora, guardiã de sementes, pescadora e cabeleireira da comunidade Assentamento Professor Maurício de Oliveira, na cidade de Assu, região Oeste do Rio Grande do Norte.  Ela representa uma das três mil famílias beneficiadas pelo Programa Estadual de Sementes Crioulas - as sementes da tradição - que pela primeira vez estão sendo doadas pelo governo estadual para agricultores familiares.  A primeira etapa de distribuição, realizada através da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Rural (Sedraf), ocorreu nesta sexta-feira (31), no auditório da Ufersa (Universidade Federal Rural do Semiárido), em Mossoró, onde foram entregues sementes de milho, feijão, sorgo, castanha de caju, fava e arroz vermelho. Os tipos de sementes foram definidos pelos próprios agricultores porque são as mais utilizadas pela maioria dos contemplados, cuja tradição é passada de geração a geração. Para execução do

Governo do RN garante cumprimento do piso salarial do magistério

O Governo do Estado, através da governadora professora Fátima Bezerra e do secretário de estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC-RN), professor Getúlio Marques, assegura o cumprimento do Piso Nacional do Magistério. Em janeiro de 2020, o Ministério da Educação (MEC) anunciou reajuste de 12,84%. O salário dos profissionais da rede pública da educação básica em início de carreira passará de R$ 2.557,74 para R$ 2.886,24. “Nós continuamos abertos ao diálogo com o sindicato, garantindo não somente o reajuste, como também o pagamento retroativo”, afirmou o secretário. Ele explicou que o percentual proposto pelo MEC está acima da previsão da receita do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), que financia a rede básica de Educação. Em 2019, o Governo do Estado recebeu R$ 902 milhões e a previsão para este ano é de R$ 926 milhões, ou seja, menos de 3% de aumento. Mesmo diante desse déficit

Claudia Rodrigues sofre convulsão e é encaminhada para a UTI

A  atriz Claudia Rodrigues sofreu uma queda onde acabou tendo uma convulsão na sequência e foi levada para o Hospital Alberto Einstein, em São Paulo, onde acabou sendo internada na Unidade de Terapia Intensiva. De acordo com informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal 'O Dia', diagnosticada com esclerose múltipla e com diminuição de parte da massa encefálica, a atriz desenvolveu um edema cerebral, por conta da queda, descoberto pelos médicos nesta quinta-feira (30).  Procurada, a assessoria do hospital confirmou a internação da atriz. Os representantes de Claudia, no entanto, ainda não se pronunciaram oficialmente sobre a nova internação.  No mês de dezembro, a artista foi internada na mesma unidade para tratamento contra a doença degenerativa.Com informações de Notícias Ao Minuto Brasil/Foto:Divulgação