Governo garante segurança alimentar a cinco mil famílias em vulnerabilidade - Salomão Medeiros
TCM HD

quarta-feira, 3 de junho de 2020

Governo garante segurança alimentar a cinco mil famílias em vulnerabilidade

O Governo do Rio Grande do Norte concluiu na última semana a entrega de cinco mil cestas básicas para grupos sociais e famílias assistidas pelas políticas públicas da Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (Semjidh) com o objetivo de auxiliar a segurança alimentar das pessoas em vulnerabilidade social e minimizar os impactos gerados pela pandemia. 

A ação contou com o investimento de R$ 209 mil, recursos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza, para atender organizações LGBTs, mulheres, juventude, pessoas com deficiência, povos de terreiro e demais segmentos da igualdade racial. 

Um benefício a cinco mil famílias de 15 municípios potiguares – Natal, Mossoró, Parnamirim, Assú, Baraúna, Caicó, Campo Redondo, Ceará-Mirim, Currais Novos, Extremoz, Macau, Messias Targino, São Gonçalo do Amarante, Santa Cruz e Touros.
Foram entregues em Natal 3.097 cestas e 1.903 para as demais cidades, além da distribuição de sabonetes líquidos e 13 mil máscaras provenientes do Programa RN+Protegido.

Entre os grupos favorecidos estão às mulheres de bairros periféricos. "É uma ajuda importante e se continuar, fará com que muitas mulheres fiquem agradecidas, porque elas realmente precisam e estavam contando com esse auxílio" destacou Laura Silva, integrante do Coletivo Negras de Periferia, beneficiada pela ação do Governo do Estado.

Para a representante dos grupos de religiões de matizes africanas, Iyalaxé Flaviana, da comunidade Ilê Axê Dajó Obá Ogodó, os alimentos e produtos contribuirão para atender uma demanda urgente. 

"Muitas casas ainda não tinham sido contempladas por nenhum tipo de auxílio e essa ajuda foi muito importante para nós, durante o processo, trabalharemos nossa auto-organização enquanto povos do terreiro e é importante a chegada das cestas para garantir a segurança alimentar", afirmou.

A secretária da Semjidh, Eveline Guerra, lembrou que a ação emergencial surgiu de uma demanda da governadora Fátima Bezerra e foi concretizada por meio da Semjidh, da Secretaria de Estado do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas) e da Controladoria Geral do Estado (Control). “A ação foi um sucesso, conseguimos alcançar com êxito a população vulnerável que a Semjidh assiste e para além dela o Estado tem programas que continuam garantindo a segurança alimentar dessas famílias. Importante também que a população busque assistência através das prefeituras de seus municípios”, frisou.

Em paralelo a esta ação, reafirmando o compromisso com os grupos que se encontram em vulnerabilidade social e famílias de baixa renda, o Estado vem desenvolvendo outras ações emergenciais como o co-financiamento junto às prefeituras, a gratuidade nas refeições dos restaurantes populares aos moradores de rua, refugiados e migrantes, e os programas RN+Unido e RN+Protegido. Foto:Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deste blog estão sujeitos a moderação e não serão publicados: comentário com ofensa pessoal, racismo, bullying ou desrespeito a opinião dos outros e/ou ofensas a outros comentários,e não representam a opinião deste blog.

publicidade