Pular para o conteúdo principal

Governadora Fátima Bezerra entrega planos de trabalho ao ministro do desenvolvimento Rogério Marinho

A governadora Fátima Bezerra entregou três planos de trabalho para andamento e execução de obras de infraestrutura hídrica no Rio Grande do Norte, durante reunião com o ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho, na noite desta quarta-feira (24).

O vice-governador, Antenor Roberto, o secretário estadual de meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), João Maria Cavalcanti, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira, e o secretário de Nacional de Segurança Hídrica do Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR), Marcelo Borges, também participaram da reunião. 
Inicialmente, a chefe do Executivo estadual enfatizou a importância da relação interinstitucional para o crescimento socioeconômico do Estado e ressaltou a importância, para o RN, da concretização de obras hídricas fundamentais, como a Barragem de Oiticica, a Transposição do Rio São Francisco e o Projeto Seridó, que são indispensáveis para melhorar a qualidade de vida do povo potiguar. 

“Finalizamos o projeto executivo das adutoras que integram o Sistema Seridó, que vai ofertar água pelos próximos 50 anos para a região, e nos colocamos inteiramente à disposição para tocar essa obra”, disse a governadora. 

“O projeto Seridó, que é composto por dois eixos, tem um desenho funcional e vai trazer sustentabilidade social, além de segurança hídrica, ao garantir abastecimento também para atividades produtivas. Vamos continuar lutando para que ele seja viabilizado”, completou a governadora ao entregar ao ministro o Plano de trabalho para execução do eixo norte do projeto orçado em R$ 177 milhões.
Os outros dois documentos entregues tratam do andamento das obras da Barragem de Oiticica. Um deles traz o novo cronograma financeiro no qual consta o levantamento de todos os itens adicionais imprescindíveis ao empreendimento e que não estavam previstos no plano elaborado originalmente, no valor de R$ 135 milhões, e o outro é o plano de trabalho que solicita o repasse de R$ 40 milhões, relacionados ao saldo das parlamentares impositivas da bancada potiguar em 2019. 

Durante a reunião, o ministro Rogério Marinho assegurou que os repasses serão mantidos para o Complexo de Oiticica e garantiu que as águas da transposição devem chegar ao RN, pela bacia do Rio Piranhas-Açu, até junho de 2021. 

“Estamos solucionando com os governos estaduais os entraves jurídicos e ambientais sobre o contrato comercial de operação do Projeto de Integração do Rio São Francisco, o PISF, e pretendemos finalizar esse ano a obra do canal da Barragem Engenheiro Ávidos na Paraíba, o que agiliza a chegada das águas ao RN” garantiu ele. 
O ministro informou também sobre a liberação de R$ 552 mil para a obra de recuperação da barragem de Passagem das Traíras, iniciada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), com a ação emergencial de abertura na fenda do reservatório. 

Rogério Marinho destacou que a obra, a partir de agora, será de responsabilidade do DNOCS – Departamento Nacional de Obras contra a Seca, e se comprometeu em concluir a recuperação total até o fim deste ano.

A chefe do Executivo estadual se colocou à disposição para auxiliar o Governo Federal neste trabalho, disponibilizando também a equipe técnica da Semarh, e ressaltou a importância da transposição em termos de segurança hídrica. 

“Para ver efetivamente a chegada dessa água, travo uma luta desde a época de parlamentar, quando presidi a comissão que articulou no Senado a retomada das obras. Também não posso deixar de pautar aqui o tema do ramal do Apodi, pois sem ele não teremos as ações do PISF beneficiando todo o Rio Grande do Norte. Esse tema tem que constar na agenda do ministério”, cobrou Fátima.

Na ocasião, o titular da Semarh, João Maria Cavalcanti, destacou que sua pasta entregou recentemente ao MDR uma nota técnica justificando a necessidade urgente do trecho do Apodi, mostrando a insegurança hídrica, do setor produtivo e de abastecimento d'água, desde o Alto Oeste até Mossoró.

“Também solicitamos apoio ao Governo Federal, por meio da Sudene, para elaboração do Plano de Bacia do rio Apodi-Mossoró́”, disse, frisando que a pasta tem um portfólio de ações em andamento que vão auxiliar a implementação de projetos de desenvolvimento, a partir da chegada do PISF, entre eles a atualização do Plano Estadual de Recursos Hídricos (PERH) e o macrozoneamento da Bacia do Rio Piranhas-Açu.

Outros Pleitos: Além da pauta de recursos hídricos, a governadora apresentou outras demandas para as quais solicitou apoio do ministro. Uma delas foi para a implantação da “Infovia Potiguar”, um projeto que objetiva a implantação e operação de rede de comunicações de dados em prédios públicos de diversas cidades do Rio Grande do Norte. 

“Considero um dos investimentos mais importantes de infraestrutura considerando o mundo globalizado em que vivemos. É uma prioridade da minha gestão levar essa tecnologia para todas as escolas, principalmente. Nossa equipe técnica já está entregando o projeto executivo na próxima terça-feira ao Governo Federal”, frisou Fátima.

A governadora informou, ainda, que o Governo do RN publicou nesta quarta-feira, 24, aviso de licitações para contratação de empresas candidatas a concorrer à realização das obras da segunda etapa do Pró-Transporte, na zona Norte de Natal, e solicitou apoio da União, na figura do ministro, para começar os trâmites necessários e iniciar a terceira etapa do projeto, orçada em cerca de R$ 50 milhões. “Essa intervenção é fundamental e será, para a zona Norte, o que a Avenida Roberto Freire representa para a zona Sul, em termos de mobilidade”, disse Fátima.

Sobre a Ponte Newton Navarro, a governadora lembrou que desde o início de sua gestão vem mantendo diálogo com o MDR para a realização de intervenções no equipamento que conecta as zonas Norte e Leste de Natal. “Mais uma vez eu faço um apelo ao Governo Federal sobre a problemática da Ponte Newton Navarro. É urgente a necessidade de se reforçar a estrutura com a proteção das laterais”, cobrou.Fotos:Elisa Elsie

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em ato inédito, Governo do RN distribui sementes crioulas para agricultores familiares

Casada, mãe de três filhos, Ana Maria da Silva Gomes, 52, é agricultora, guardiã de sementes, pescadora e cabeleireira da comunidade Assentamento Professor Maurício de Oliveira, na cidade de Assu, região Oeste do Rio Grande do Norte.  Ela representa uma das três mil famílias beneficiadas pelo Programa Estadual de Sementes Crioulas - as sementes da tradição - que pela primeira vez estão sendo doadas pelo governo estadual para agricultores familiares.  A primeira etapa de distribuição, realizada através da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Rural (Sedraf), ocorreu nesta sexta-feira (31), no auditório da Ufersa (Universidade Federal Rural do Semiárido), em Mossoró, onde foram entregues sementes de milho, feijão, sorgo, castanha de caju, fava e arroz vermelho. Os tipos de sementes foram definidos pelos próprios agricultores porque são as mais utilizadas pela maioria dos contemplados, cuja tradição é passada de geração a geração. Para execução do

Governo do RN garante cumprimento do piso salarial do magistério

O Governo do Estado, através da governadora professora Fátima Bezerra e do secretário de estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC-RN), professor Getúlio Marques, assegura o cumprimento do Piso Nacional do Magistério. Em janeiro de 2020, o Ministério da Educação (MEC) anunciou reajuste de 12,84%. O salário dos profissionais da rede pública da educação básica em início de carreira passará de R$ 2.557,74 para R$ 2.886,24. “Nós continuamos abertos ao diálogo com o sindicato, garantindo não somente o reajuste, como também o pagamento retroativo”, afirmou o secretário. Ele explicou que o percentual proposto pelo MEC está acima da previsão da receita do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), que financia a rede básica de Educação. Em 2019, o Governo do Estado recebeu R$ 902 milhões e a previsão para este ano é de R$ 926 milhões, ou seja, menos de 3% de aumento. Mesmo diante desse déficit

Claudia Rodrigues sofre convulsão e é encaminhada para a UTI

A  atriz Claudia Rodrigues sofreu uma queda onde acabou tendo uma convulsão na sequência e foi levada para o Hospital Alberto Einstein, em São Paulo, onde acabou sendo internada na Unidade de Terapia Intensiva. De acordo com informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal 'O Dia', diagnosticada com esclerose múltipla e com diminuição de parte da massa encefálica, a atriz desenvolveu um edema cerebral, por conta da queda, descoberto pelos médicos nesta quinta-feira (30).  Procurada, a assessoria do hospital confirmou a internação da atriz. Os representantes de Claudia, no entanto, ainda não se pronunciaram oficialmente sobre a nova internação.  No mês de dezembro, a artista foi internada na mesma unidade para tratamento contra a doença degenerativa.Com informações de Notícias Ao Minuto Brasil/Foto:Divulgação