Ações do Pacto pela Vida promovem aumento no isolamento social - Salomão Medeiros
TCM HD

segunda-feira, 8 de junho de 2020

Ações do Pacto pela Vida promovem aumento no isolamento social

As ações do Pacto pela Vida iniciadas na última quinta-feira, 4, em uma parceria do Governo do Rio Grande do Norte com 75 municípios, começam a apresentar resultados. Na manhã desta segunda-feira, 08, a taxa de isolamento social era de 49,6%, um aumento de 7,5 pontos percentuais em relação à média dos últimos 15 dias, que foi de 42,1.

Neste fim de semana, foram realizadas ações nas cidades com orla marítima para evitar aglomerações, prática de esportes coletivos e consumo em barracas. Também no bairro do Alecrim, em Natal, foram realizadas fiscalizações para evitar aglomerações.
No domingo, foi realizada uma barreira sanitária no distrito de Pirangi, em Parnamirim, com orientações sobre o uso de máscara, higiene pessoal e cuidados com os grupos de risco. "De forma geral, as ações foram positivas. Os profissionais envolvidos com a fiscalização foram bem recebidos pela população", avaliou o secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, Francisco Araújo.

Através da operação Pacto pela Vida, o Governo do Estado oferece aos municípios apoio da Polícia Militar, Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros Militar para ações localizadas de orientação e desmobilização de aglomerações. "Este apoio está disponível aos 167 municípios. Já foram pactuadas parcerias neste sentido com 75 prefeituras que estão fazendo ações integradas com o apoio do sistema de segurança pública estadual", afirmou Francisco Araújo. 

DADOS: Nesta segunda-feira, em todo o RN, há 10.888 casos confirmados, 431 óbitos (dois nas últimas 24 horas) e 104 óbitos em investigação. Cerca de 664 pessoas estão internadas nos hospitais das redes pública e privada - 340 críticos e 324 clínicos. 

A taxa ocupação de leitos continua alta e a rede segue superlotada. Em Natal, Grande Natal e em Pau dos Ferros, a ocupação é de 100%. Na região Oeste 97,8% e no Seridó, 66,7%. 

No último sábado, o Governo do Estado abriu mais 5 leitos na região Seridó, passando a totalizar 27 leitos disponíveis. Para os próximos 15 dias a previsão é abrir novos leitos, em parceria com os municípios. Serão 15 leitos de UTI, em Mossoró, 25 leitos de UTI e 10 clínicos no Hospital João Machado, em Natal, 10 UTIs e 5 clínicos no Hospital Regional de Macaíba e 3 leitos clínicos e dois de estabilização, em Assu. Em Pau dos Ferros devem entrar em funcionamento mais 2 UTIs e 16 leitos clínicos. 

O Governo também trabalha para instalar 5 UTIs e 6 leitos de retaguarda no Hospital de Santo Antônio, na região Agreste, e 6 UTIs e 10 leitos clínicos em São Pauto do Potengi, na região Central.
A subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Sesap, Alessandra Lucchesi, informa que ao sentir febre ou desconforto respiratório a pessoa dever procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima para avaliação e, se for o caso, o médico vai iniciar tratamento para Covid e indicar o teste rápido ou RT-PCR, embora ela esclareça que os testes não são uma condição necessária para iniciar o tratamento.

Ela também destacou a importância de manter e ampliar o isolamento social para maior controle das infecções. "O Pacto pela Vida tem que ser adotado não só pelo Governo e prefeituras, mas por toda a população. Quanto maior o isolamento mais rápido será o fim da pandemia e a retomada das atividades normais", encerrou Alessandra Lucchesi.Fotos:Demis Roussos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deste blog estão sujeitos a moderação e não serão publicados: comentário com ofensa pessoal, racismo, bullying ou desrespeito a opinião dos outros e/ou ofensas a outros comentários,e não representam a opinião deste blog.

publicidade