Pai de Gabriel Diniz diz que fica mais fragilizado com o tempo - Salomão Medeiros
TCM HD

quarta-feira, 27 de maio de 2020

Pai de Gabriel Diniz diz que fica mais fragilizado com o tempo

A morte do cantor Gabriel Diniz, que fez sucesso com o hit "Jenifer", completa um ano nesta quarta-feira (27). Para marcar a data, a família decidiu fazer uma missa online que será transmitida nos canais do músico no Instagram e no YouTube, a partir das 20h. Presentes mesmo estarão apenas seus pais.

Cizinato Diniz, 53, ou "seu Cizi", como é conhecido, se emociona ao falar sobre a morte do filho e diz que a tristeza tem aumentado com o passar do tempo, não diminuído. "As datas deixam a gente [ele e a mulher, Ana] mais emocionado, mas também vamos caindo na realidade com o passar do tempo", afirma.

"Como Gabriel sempre viajava, a sensação era como se ele tivesse fora, mas o tempo passa e ele não volta. A cada data que se refere ao falecimento dele a gente tem a confirmação de que realmente aconteceu. Não é que sejamos iludidos, mas isso vai reafirmando a partida dele e a gente fica sem compreender." 
O casal, que mora em João Pessoa, tem sentido ainda mais a falta do filho por causa da ausência da caçula, Milena, 22, atualmente estudando na França, e pelo isolamento social, que interrompeu a maior parte de suas atividades. "Fica mais difícil por Milena estar longe. Hoje estamos só eu e ela [a mulher] em casa", diz.

Uma das atividades que seu Cizi mantém em sua rotina é a conversa com os fãs de Gabriel Diniz. Ele afirma que responde em torno de 80 mensagens diariamente nas redes sociais, incluindo pedidos meio inusitados, como o de ouvir a voz dele, por ser parecida com a do cantor. Ele comemora o legado do filho, mas afirma que não diminui a tristeza.

"Saber que ele fez uma coisa bacana é importante, mas perceber que ele não está mais aqui... Isso dói mais", afirma ele, que continua: "Mas muitos fãs sofrem também, de uma forma intensa. Então, nós tentamos compensar isso com carinho, para que as pessoas se acalmem também, a gente tenta amenizar de certa forma." 

Outra pessoa importante da vida de Gabriel que permanece próxima a seus pais é a namorada, a psicóloga Karoline Calheiros, 26. Cizi afirma que ela virou uma filha para o casal. "E não é para resgatar a figura do Gabriel através dela, esse carinho é por causa dela mesma, pela qualidade que ela tem como pessoa." 

A jovem, que mora em Maceió, não estará na missa online, mas acompanhará de casa. Segundo ela, que faz aniversário também nesta quarta-feira, esse momento deve ser dos pais do músico, além de ter tido seu deslocamento prejudicado pela quarentena. Mas ela já garantiu a visita a eles nos próximos dias. 

HISTÓRIA: Nascido em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, Gabriel Diniz começou sua primeira banda, chamada Loucos Por Forró, quando estava na escola, em João Pessoa, cidade onde cresceu.

A carreira profissional, no entanto, teve início quando ele se mudou para o Recife, quando virou vocalista da banda Capim com Mel, e depois de abandonar o curso de engenharia elétrica, em 2012, embarcou em carreira solo.

Com o sucesso de Gabriel, que também era conhecido como GD, seu Cizi, que atuava como bancário, passou a trabalhar na administração de seu escritório. A mãe, Ana Maria, também cuidava da sua carreira. Com o acidente aéreo do músico, há exatamente um ano, na região de Sergipe, tudo mudou.

Seu pai conta que teve que demitir toda a equipe do filho, um total de 32 pessoas. Mas como já estava bem familiarizado com o meio artístico resolveu iniciar um novo projeto e passou a empresariar o cantor Luka, 22, que era baixista de Gabriel e foi quem fez o arranjo do hit "Jenifer", canção que fez com que GD tivesse alcance nacional. Hoje, 20 músicos já foram recontratados.

"O garoto é muito bom. Tanto como pessoa quanto como músico. Mas a gente evita músicas do Gabriel para que não haja aquele comentário 'Ah! o pessoal quer substituir o Gabriel'. Até porque já existe a comparação por Luka ter uma certa semelhança com Gabriel, fisicamente e com aquela maluquice", diz Cizi.Folhapress/Foto:Reprodução Instagram Gabriel Diniz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deste blog estão sujeitos a moderação e não serão publicados: comentário com ofensa pessoal, racismo, bullying ou desrespeito a opinião dos outros e/ou ofensas a outros comentários,e não representam a opinião deste blog.

publicidade