Estado reafirma apelo à população quanto à necessidade do isolamento - Salomão Medeiros
TCM HD

sábado, 30 de maio de 2020

Estado reafirma apelo à população quanto à necessidade do isolamento

Em entrevista coletiva concedida neste sábado, 30, na Escola de Governo, o secretário de Estado da Saúde Pública, Cipriano Maia, enfatizou a necessidade de a população se conscientizar e aderir ao isolamento social, para conter a curva do contágio pelo novo coronavírus.

“As medidas de proteção são a maneira de proteger a vida e, com isso, fazer valer os decretos, perseguir a meta de redução do contágio e conseguir vislumbrar a retomada das atividades com segurança”, alertou o secretário.

Até o presente momento, foram notificados 14.172 considerados suspeitos (menos 734 em relação ao último boletim); 7.402 casos confirmados, 939 a mais do que os casos apresentados ontem; 1.824 recuperados; e 305 óbitos (sendo mais 37, dos quais 11 ocorreram nas últimas 24h).
O secretário ressaltou o reconhecimento - pelo Estado - da importância dos trabalhadores da saúde no enfrentamento à pandemia e informou que o Governo pagou hoje a insalubridade no percentual máximo de 40% sobre o salário, retroativo a abril. “Outra ação importante nesse sentido é o programa Acolher Saúde, criado para proteger a saúde dos familiares dos profissionais da saúde que estão na linha de frente. Temos cerca de 30 profissionais hospedados no Hotel Barreira Roxa”, disse.

O titular da Sesap-RN também agradeceu ao programa de âmbito nacional, Todos pela Saúde, que tem protagonismo do Banco Itaú. O Governo fez a adesão e tem recebido apoio na implantação da gestão clínica nos hospitais, nos insumos, equipamentos, testes e EPIs (Equipamentos de Proteção Individual).

As unidades que integram o programa são: Hospital Giselda Trigueiro, Hospital da Polícia, Hospital Regional Tarcísio Maia e os regionais de Pau dos Ferros e do Seridó. 

Existem 548 pessoas internadas nas redes pública e privada do Rio Grande do Norte, sendo 260 em leitos de UTI e unidades semi-intensivas e 288 em leitos clínicos. A internação de pessoas em estado grave mostra a mudança no perfil da epidemia entre grupos e extratos sociais, pois têm mais pacientes internados de gravidade de 1 e 2 na rede pública, no caso 171, do que na rede privada (89).

A taxa de ocupação é de 97% em Natal e em Mossoró, de 75% em Pau dos Ferros e de 40% no Seridó. A fila da regulação tem 93 pessoas, sendo 31 para leitos críticos. “Hoje o hospital municipal de campanha vai abrir novos leitos, o que vai ajudar a reduzir a pressão da demanda. E também abriremos leitos nas demais regiões do Estado durante a semana”, afirmou Cipriano. 

Ele finalizou sua participação na coletiva informando que a retomada da “normalidade” já está planejada pelo Governo do Estado, mas é necessário alcançar metas de ocupação de leitos abaixo de 70%, declínio de casos e de óbitos e redução da taxa de contágio. 

“Quem está em casa e usa máscara quando precisa sair está contribuindo para a retomada da vida normal. Por isso repito aqui o mantra: ‘fiquem em casa, usem máscara’ e encerro na perspectiva de que esse fim de semana seja bem utilizado para reflexão de toda a população sobre a necessidade do isolamento social”.Foto:Demis Roussos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deste blog estão sujeitos a moderação e não serão publicados: comentário com ofensa pessoal, racismo, bullying ou desrespeito a opinião dos outros e/ou ofensas a outros comentários,e não representam a opinião deste blog.

publicidade