Governo do RN discute parcerias com Agência Francesa de Desenvolvimento - Salomão Medeiros
Governo do RN

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Governo do RN discute parcerias com Agência Francesa de Desenvolvimento

A governadora Fátima Bezerra, acompanhada pelo secretário de Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf) Alexandre Lima, se reuniu na tarde desta quinta-feira, 10, com o diretor regional da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), Phillipe Orliange, e a gerente de projetos, Laure Schalchli, para tratar de parcerias no segmento da agricultura familiar e segurança hídrica. 

A reunião é um desdobramento de encontro realizado em agosto, em Brasília, quando foram iniciadas as primeiras tratativas.

“Essa parceria que estamos buscando é fundamental para que possamos dar prosseguimento a importantes projetos que vão impulsionar a economia e as cadeias produtivas do estado”, declarou a governadora. 

Os representantes da AFD manifestaram interesse em alinhar sua atuação com os projetos do governo para mitigação dos efeitos climáticos, como produção agrícola, questões ambientais e fortalecimento do cooperativismo. 
“Estamos dialogando sobre investimentos em ações que proporcionem segurança hídrica, produção de alimentos saudáveis, incentivo às cadeias produtivas do leite e do mel, entre outros projetos”, destacou o secretário da Sedraf. 

Além disso, a Agência Francesa de Desenvolvimento também sinalizou interesse ajudar na execução do Plano de Recuperação Fiscal (PEF). Essa discussão já está em andamento com a Secretaria de Estado do Planejamento. 

Também participaram da reunião o vice-governador Antenor Roberto e os secretários Carlos Eduardo Xavier (Tributação) e Fernando Mineiro (Gestão de Metas e Projetos). 

Atuação em outros países-O grupo da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) financia ações relacionadas ao clima, biodiversidade, educação, planejamento urbano, saúde, governança, entre outros, envolvida em mais de quatro mil projetos na França e em 115 países. 

A AFD atua na agricultura sustentável, melhorando as capacidades produtivas da agricultura camponesa e o desenvolvimento de infraestruturas rurais. Apoia, também, a intensificação agroecológica e o desenvolvimento de paisagens agrícolas sustentáveis, com foco na segurança alimentar. 
Em 2016, por exemplo, a AFD contribuiu com 603 milhões de euros na África Subsaariana, para a governança da segurança alimentar. 

No Brasil, a AFD atua nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste. Nesta última, a AFD atua apenas na Bahia, na área de energias renováveis, e está mantendo contato com RN e outros estados da região.ASSECOM/RN/Fotos:Demis Roussos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deste blog estão sujeitos a moderação e não serão publicados: comentário com ofensa pessoal, racismo, bullying ou desrespeito a opinião dos outros e/ou ofensas a outros comentários.

publicidade

Redes Sociais

Siga para ficar mais próximo do blog.