Pular para o conteúdo principal

“Ser lésbica no esporte nunca foi um empecilho no meu trabalho”, diz Cristiane, atacante da seleção

A atacante da seleção brasileira de futebol feminino, Cristiane Rozeira, afirmou que ser lésbica nunca foi um empecilho dentro do esporte. A declaração foi dada durante uma entrevista ao site Be Rainbow.

De acordo com Cristiane, que há quatro meses namora a advogada Ana, as pessoas estão mais cautelosas quanto a demonstrarem seus preconceitos, por conta da possibilidade de repercussão negativa que algumas declarações podem tomar nas redes sociais.
“Fora do Brasil nunca sofri preconceito. Aqui, óbvio que existem algumas ofensas, mas diminuiu bastante nos últimos tempos. Eu acho que as pessoas hoje têm um cuidado maior porque dependendo do jeito que você fala ou ofende alguém isso pode gerar um problema muito maior. Acho que as pessoas estão mais espertas nas redes sociais. Não que elas não tenham preconceito. De vez em quando recebo uma gracinha ou outra no meu perfil ou no da minha namorada. Mas a gente sabe lidar muito bem. E ser lésbica no esporte nunca foi um empecilho no meu trabalho. Sempre teve muito respeito”, disse.

Durante a entrevista, a jogadora ainda confessa que pensou em parar de jogar futebol quando passou por uma forte crise de depressão em 2016. No entanto, após tratamento, ela conseguiu melhorar e, naquele mesmo ano, foi uma das melhores temporadas de sua carreira.

“Foi um momento em que eu podia simplesmente ter parado. E depois que passou eu pensei que se isso tivesse acontecido eu teria feito uma besteira muito grande. Porque quando eu dei a volta por cima foi o melhor ano que eu tive na minha carreira jogando na Europa, quando estava no Paris Saint Germain. Então ainda bem que eu não fiz isso. Não sei o que teria acontecido. Acho que ter continuado fez parte também do meu processo de recuperação e de retomar o prazer de jogar futebol de novo”, relatou.

O futebol feminino mundial tem se tornado cada vez mais acessível e sem preconceitos. A prova disso é a presença da jogadora trans Hannah Mouncey, que em 2018 foi autorizada a jogar na Liga Australiana de Futebol.Ela foi contratada para disputar o campeonato feminino da segunda divisão.Com informações Observatório G/Por Surenã Dias/Foto: Reprodução/TvGlobo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em ato inédito, Governo do RN distribui sementes crioulas para agricultores familiares

Casada, mãe de três filhos, Ana Maria da Silva Gomes, 52, é agricultora, guardiã de sementes, pescadora e cabeleireira da comunidade Assentamento Professor Maurício de Oliveira, na cidade de Assu, região Oeste do Rio Grande do Norte.  Ela representa uma das três mil famílias beneficiadas pelo Programa Estadual de Sementes Crioulas - as sementes da tradição - que pela primeira vez estão sendo doadas pelo governo estadual para agricultores familiares.  A primeira etapa de distribuição, realizada através da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Rural (Sedraf), ocorreu nesta sexta-feira (31), no auditório da Ufersa (Universidade Federal Rural do Semiárido), em Mossoró, onde foram entregues sementes de milho, feijão, sorgo, castanha de caju, fava e arroz vermelho. Os tipos de sementes foram definidos pelos próprios agricultores porque são as mais utilizadas pela maioria dos contemplados, cuja tradição é passada de geração a geração. Para execução do

Governo do RN garante cumprimento do piso salarial do magistério

O Governo do Estado, através da governadora professora Fátima Bezerra e do secretário de estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC-RN), professor Getúlio Marques, assegura o cumprimento do Piso Nacional do Magistério. Em janeiro de 2020, o Ministério da Educação (MEC) anunciou reajuste de 12,84%. O salário dos profissionais da rede pública da educação básica em início de carreira passará de R$ 2.557,74 para R$ 2.886,24. “Nós continuamos abertos ao diálogo com o sindicato, garantindo não somente o reajuste, como também o pagamento retroativo”, afirmou o secretário. Ele explicou que o percentual proposto pelo MEC está acima da previsão da receita do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), que financia a rede básica de Educação. Em 2019, o Governo do Estado recebeu R$ 902 milhões e a previsão para este ano é de R$ 926 milhões, ou seja, menos de 3% de aumento. Mesmo diante desse déficit

Claudia Rodrigues sofre convulsão e é encaminhada para a UTI

A  atriz Claudia Rodrigues sofreu uma queda onde acabou tendo uma convulsão na sequência e foi levada para o Hospital Alberto Einstein, em São Paulo, onde acabou sendo internada na Unidade de Terapia Intensiva. De acordo com informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal 'O Dia', diagnosticada com esclerose múltipla e com diminuição de parte da massa encefálica, a atriz desenvolveu um edema cerebral, por conta da queda, descoberto pelos médicos nesta quinta-feira (30).  Procurada, a assessoria do hospital confirmou a internação da atriz. Os representantes de Claudia, no entanto, ainda não se pronunciaram oficialmente sobre a nova internação.  No mês de dezembro, a artista foi internada na mesma unidade para tratamento contra a doença degenerativa.Com informações de Notícias Ao Minuto Brasil/Foto:Divulgação