Policial é proibido pela PM de usar farda para pedir namorado em casamento na Parada Gay - Salomão Medeiros
Governo do RN

sábado, 22 de junho de 2019

Policial é proibido pela PM de usar farda para pedir namorado em casamento na Parada Gay

Uma verdadeira batalha está vivendo o policial militar Leandro Prior desde que encaminhou uma solicitação pedindo a autorização de uso da farda, para pedir em casamento a mão do seu namorado, durante a realização da 23ª Parada do Orgulho LGBT, que estará acontecendo neste domingo (23), na cidade de São Paulo. 

De acordo com informações,quando consta o documento,por parte do saldado,quando justifica ter escolhido a data da Parada LGBT, pois, neste ano, são comemorados 50 anos de "Stonewall", documento que refere a uma série de manifestações feitas pela comunidade LGBT contra a ação de policiais de Nova York (EUA), que invadiram o bar "Stonewall Inn" e agrediram seus frequentadores, em 28 de junho de 1969.
Ainda constando no documento as justificativas plausíveis para que ele pudesse ter tido a autorização de uso da farda, diz que “considerando, por fim, todas as situações que este policial militar passou a sofrer por homofobia institucionalmente, desde 21 de Junho de 2018, este policial militar viu com relevante importância social e excelente oportunidade a instituição para ela evidenciar e acenar a sociedade paulista e brasileira que não compactua com a homofobia” diz parte do trecho do documento assinado pelo soldado, que compõe efetivo da Força Tática do 13º Batalhão da PM. 

Em sua rede social, o policial militar Leandro Prior publicou uma foto sua com a montagem “PM proíbe soldado de usar farda para pedir namorado em casamento na Parada Gay”,e escreve ele na foto: “Só digo! Tenho um excelente advogado LGBT !@drantoniodi, bem como juristas expoentes que se dispuseram prestar suporte.

Além do exercício profissional como Policial Militar,Leandro Prior é militante dos direitos humanos,defensor das causas LGBTQIAP+ e universitário de direito.Foto:Reprodução/Instagram

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deste blog estão sujeitos a moderação e não serão publicados: comentário com ofensa pessoal, racismo, bullying ou desrespeito a opinião dos outros e/ou ofensas a outros comentários.

publicidade

Redes Sociais

Siga para ficar mais próximo do blog.