Beneficiárias do Proadi recebem governadora e equipe para avaliação - Salomão Medeiros
publicidade

quinta-feira, 2 de maio de 2019

Beneficiárias do Proadi recebem governadora e equipe para avaliação

Empresa beneficiária do Programa de Desenvolvimento Industrial (Proadi), com contrato renovado por mais dez anos assinado em fevereiro de 2019, a indústria de pipocas Boku’s recebeu nesta quinta-feira (02) a visita da governadora Fátima Bezerra, do vice-governador Antenor Roberto, do secretário Jaime Calado e de técnicos da Sedec (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico). 

A equipe do Governo do RN percorreu as dependências da fábrica - que é líder de vendas em pipocas na região Nordeste - para avaliar o processo de produção e conhecer as novas dependências.

Instalada no Parque Industrial de Macaíba desde 2017, atualmente a empresa gera 85 empregos e deverá contratar mais 25 com a expansão, prevista para acontecer até meados de julho. Levando-se em conta que a cada emprego direto são gerados mais quatro indiretamente, significa que a filial da Boku’s do RN é responsável pela ocupação de pelo menos 340 pessoas. “A empresa cumpre seu papel de geração de empregos e é isso que o nosso povo mais precisa”, declarou Fátima.
Jaime Calado enfatizou a importância do Proadi para o desenvolvimento das indústrias: "Os incentivos existem para que nossas empresas continuem investindo em inovação", disse. Gabriel Ikeda, sócio-diretor da Boku’s, que recebeu a comitiva, destacou a criação da Câmara Setorial da Indústria, instalada recentemente pela Sedec, por estar aproximando a cadeia produtiva e provocando o diálogo entre a indústria e o governo. Por coincidência, a governadora tem aparecido em público degustando as pipocas e ele ressaltou essa propaganda espontânea. “É uma honra ter a governadora como uma das nossas clientes”.
A Boku’s foi fundada em Olinda/PE, em 1988, pelo Sr. Yoshimasa, que começou suas atividades na casa onde seus pais moravam. Atualmente a empresa tem quatro sócios. A unidade de Macaíba produz 100 mil pacotes de pipoca por dia e utiliza 150 toneladas de milho “tipo canjicão” por mês. Quase toda a matéria-prima é oriunda do estado de Goiás pelo fato de a produção do RN não ser compatível com as necessidades da indústria.

Durante a visita, foi apresentada a possibilidade de parceria do Governo para gerar capacitação técnica para pequenos e médios produtores rurais. “Recentemente, passamos a comprar embalagens de uma fábrica em Mossoró e desejamos envolver mais setores no RN no nosso processo produtivo”, disse Gabriel.
TEMPEROS SADIO-A comitiva do Governo do RN também visitou as instalações da fábrica de temperos Sadio, instalada no Parque Industrial de Macaíba desde 2002. 
Beneficiária do Proadi, a empresa - fundada em 1994 – gera 95 empregos diretos e produz 50 mil unidades por dia de temperos e molhos. Segundo o proprietário Sandro Peixoto, boa parte da matéria-prima é produzida no próprio estado.
 A Sadio é uma empresa familiar, administrada pelo casal Sandro e Melissa, com a colaboração dos dois filhos. Recentemente, expandiram os negócios para o segmento de materiais de limpeza e abriram a empresa Tanlux, que tem pouco mais de um ano de funcionamento. 
“Estamos muito satisfeitos com o que vimos nessas duas empresas. O que vai trazer estabilidade para nosso estado é justamente o crescimento econômico, por isso apoiamos as indústrias através de programas de incentivo”, justificou Fátima.Fotos:Elisa Elsie/ASSECOM/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deste blog estão sujeitos a moderação e não serão publicados: comentário com ofensa pessoal, racismo, bullying ou desrespeito a opinião dos outros e/ou ofensas a outros comentários.

Redes Sociais

Siga para ficar mais próximo do blog.

Recentes

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *