Juventude do RN vai integrar comissão para elaboração do Plano Estadual de Segurança - Salomão Medeiros
Governo do RN

sábado, 27 de abril de 2019

Juventude do RN vai integrar comissão para elaboração do Plano Estadual de Segurança

Ao participar da abertura do I Encontro Estadual de Organizações de Juventude, promovido pelo Governo do RN, a governadora Fátima Bezerra anunciou, na manhã deste sábado (27), que os jovens – principais vítimas da violência - farão parte da construção do Plano Estadual de Segurança Pública. 

Ela também convocou a juventude para integrar as discussões acerca do "novo" Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), já que o atual está previsto para ser encerrado em 2020.
O encontro seguirá, no Auditório da Reitoria da UFRN, até o final da tarde de hoje, quando no final do evento serão eleitos os 20 membros, representantes da sociedade civil, do Conselho Estadual de Juventude (Cejuve/RN), criado com base na Lei Complementar nº 574, de 2016. “Estamos tirando do papel uma lei que não havia sido implementada. Vamos dar voz e vez à juventude por acreditar que os jovens possam colaborar para construir suas próprias políticas de valorização”, afirmou.
Diante de uma plateia composta por cerca de 200 jovens, representando as 46 entidades de juventudes de todo o Estado, a governadora Fátima Bezerra destacou a presença de Pedro Górki, presidente da UBES (União Brasileiro dos Estudantes Secundaristas) e anunciou que as escolas do RN manterão no currículo as disciplinas de Sociologia e Filosofia, tendo sido aclamada pelo público que teme o fim das matérias de humanas das salas de aulas, conforme prevê o novo modelo de Ensino médio proposto pelo governo federal.
A vereadora Divaneide Basílio, ex-secretária estadual de Juventude, falou sobre a audiência pública convocada pelo então deputado Fernando Mineiro (atual secretário estadual de Gestão de Projetos) que culminou na elaboração da lei que resultou na criação do conselho, que é um órgão colegiado de caráter consultivo e fiscalizador, vinculado diretamente ao órgão gestor de juventude do Poder Executivo estadual. “O RN está dando um passo à frente na construção de um estado mais justo e igualitário para nossos jovens, enquanto o país está retrocedendo a tantos avanços que já havíamos conseguido”, constatou a vereadora.

O encontro foi organizado pela Secretaria das Mulheres, da Juventude, da igualdade Racial e dos Direitos Humanos (SEMJIDH), que ainda está em fase de criação, mas já está em campo realizando atividades para promover a inclusão social das minorias. 

O subsecretário da Juventude, Gabriel Medeiros de Miranda, destacou algumas ações que estão discutidas especialmente para a juventude, como a destinação de 20% do crédito rural para jovens, e também a realização de atividades culturais como o I Festival de Coco e Repente. “Nos quatro cantos do RN encontramos jovens organizados, lutando para fazer valer seus direitos”, afirmou.
Também estiveram presentes à abertura do encontro: o vice-governador Antenor Roberto, a deputada estadual Isolda Dantas, a secretária íris Oliveira (Trabalho e ação Social), o secretário Alexandre Lima (Assuntos Fundiários), a secretária adjunta Márcia Gurgel (Educação), o presidente da Fundase (Fundação de Atendimento Socioeducativo do RN), Herculano Ricardo Campos e o diretor adjunto da Fundação José Augusto, Fábio Lima. 

Situação dos jovens do RN

• 29,7% dos jovens do Estado estão “sem ocupação”, sem trabalho nem estudo (IBGE, 2017).

• Dentre os que trabalham, a renda média é de R$ 712,00 (abaixo do salário mínimo de R$998,00).

• RN está em 2º lugar no ranking de homicídios de jovens no país, atrás apenas de Sergipe (Mapa da Violência 2017).

• A cada 100 mil jovens, em média 125,6 são assassinados no RN.

• 90,1% dos jovens assassinados no RN de 2015 a 2018 são pretos ou pardos (Observatório da Violência - OBVIO)."Fotos:Elisa Elsie/ASSECOM/RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deste blog estão sujeitos a moderação e não serão publicados: comentário com ofensa pessoal, racismo, bullying ou desrespeito a opinião dos outros e/ou ofensas a outros comentários.

publicidade

Redes Sociais

Siga para ficar mais próximo do blog.