Ex-prefeito de Felipe Guerra, Braz Costa dormirá na carceragem da CDP e não tem previsão de saída - Salomão Medeiros

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Ex-prefeito de Felipe Guerra, Braz Costa dormirá na carceragem da CDP e não tem previsão de saída



Por determinação da Juíza da Comarca de Apodi, Drª Kátia Cristina Guedes Dia, hoje o Grupo Tático de Operações de Apodi (GTO) cumpriu cinco mandados de prisão preventiva contra o ex-prefeito de Felipe Guerra, Braz Costa (PMDB) que está preso na carceragem do Centro de Detenção Provisória de Apodi (CDP) na cidade de Apodi,região Oeste do estado do Rio Grande do Norte.

A prisão foi realizada na residência do ex-prefeito Braz Costa na cidade de Felipe Guerra e segundo informações a prisão tem a ver com a Operação Ave de Rapina.

Poucos dias após as eleições municipais de prefeito no dia 12 de Outubro de 2012 através de ação do Promotor de Justiça da Comarca de Apodi, Drº Sílvio Brito ele pediu o bloqueio das contas da prefeitura de Felipe Guerra, quando à época, o prefeito de Felipe Guerra, Braz Costa deixou faltar merenda escolar, um dia após as eleições municipais de prefeito em Felipe Guerra.

Na justificativa do promotor de Justiça o bloqueio das contas um dos objetivos foi “resguardar o pagamento dos servidores públicos municipais”, onde estavam atrasados os salários em até sete meses, além da merenda escolar e transporte escolar estavam com atrasos. Fora isso, o transporte escolar tinha deixado de funcionar devido falta de pagamento de combustível.
Braz Costa entrou para a história política de Felipe Guerra ao torna-se o primeiro “ex-prefeito presidiário” deixando registrado para a posteridade um passado trágico quando foi afastado pela operação Ave de Rapina



Já no dia 7 de Novembro de 2012 a pedido do Ministério Público Estadual e contando com o apoio das Polícias Militar e Civil, por meio da Divisão de Polícia Civil do Oeste (DIVIPOE), foram cumpridos mandados de busca e apreensão na cidade de Felipe Guerra quando foi deflagrada a Operação Ave de Rapina.

A operação foi resultado de investigação criminal que está em segredo de justiça, investigando desvios de recursos.
Com a realização da Operação Ave de Rapina, o prefeito Braz Costa à época foi afastado do cargo e nunca mais voltou.

Após completar dois anos que aconteceu a Operação Ave de Rapina aos poucos a Justiça está desmontando uma quadrilha que desviou milhões de recursos públicos dos cofres da Prefeitura Municipal de Felipe Guerra e consta ainda que devam ser investigados a atuação de ex-secretários de gestões anteriores e ex-prefeitos de Felipe Guerra.

Entre os crimes cometidos contra o erário público de Felipe Guerra estão vários, dentre eles, lavagem de dinheiro e uso de empresas fantasmas para desvios de dinheiro público, além de enriquecimentos ilícitos.

Conforme o Blog Salomão Medeiros anunciou em primeira mão há meses, essa foi apenas a primeira prisão de um ex-prefeito que poderá ainda desencadear várias outras prisões na cidade de Felipe Guerra. Foto: Salomão Medeiros/Arquivo Blog Salomão Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deste blog estão sujeitos a moderação e não serão publicados: comentário com ofensa pessoal, racismo, bullying ou desrespeito a opinião dos outros e/ou ofensas a outros comentários.

Redes Sociais

Siga para ficar mais próximo do blog.

Recentes

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *