Vereador Flávio Tácito vota contra criação de Casa Abrigo para pessoas LGBT em situação de violência em Mossoró - Salomão Medeiros

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Vereador Flávio Tácito vota contra criação de Casa Abrigo para pessoas LGBT em situação de violência em Mossoró

Eleito com votos da comunidade de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros (LGBT), o vereador de Mossoró, Flávio Tácito e oito vereadores da Câmara Municipal de Mossoró (CMM) votaram contra a aprovação de uma verba para a criação de Casa Abrigo para pessoas LGBT em situação de violência e de Casa Abrigo para mulheres também em situação de violência.

A atitude do vereador Flávio Tácito de acordo com pessoas que estiveram usando redes sociais para tecerem críticas a atuação dele, quanto a esse assunto e dos demais vereadores que foram contra.
Até o presente momento, o vereador Flávio Tácito não se pronunciou a respeito do assunto, quando uma parcela de seus eleitores ligados a comunidade LGBT não entenderam o posicionamento dele,principalmente de suas atitudes.



Já a atriz Lenilda Sousa fez uma publicação em sua rede social Facebook relatando a tristeza quanto ao assunto da emenda para criação das Casas Abrigos para pessoas em situação de violência,desde mulheres e população LGBT.

"Foi com desesperança que, pessoas LGBTs e mulheres que sofrem ou já sofreram violência domestica receberam a noticia da desaprovação dos edis de Mossoró, contra a proposta de emenda á LOA para uma "Casa de Apoio a Pessoas em situações Vulneráveis".

O que entristece certamente é saber que entre os votos contrários ao projeto de emenda apresentado pela vereadora Isolda Dantas, há mulheres e gays votando contra uma ação que poderia aliviar sofrimento e até salvar vidas. Como é de conhecimento de todos e todas muitas casos de espancamento chega ao extremo pelo fato da vitima não ter um lugar seguro para abrigar-se durante o conflito",disse a atriz Lenilda Sousa.

De autoria da Vereadora Isolda Dantas, a emenda da verba caso fosse aprovado seria para destinar a criação de  Casas Abrigos para pessoas em situação de violência, entre elas, mulheres e população LGBT.

Em uma rede social, a vereadora Isolda Dantas fez uma publicação, quando falou “Lamento! Derrubada a emenda que cria casa abrigo para pessoas LGBT no orçamento 2018. Luta que segue”, disse ela em postagem em rede social.Foto:Reprodução Internet

Redes Sociais

Siga para ficar mais próximo do blog.

Recentes

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *