Nas Redes

CASACOR Rio Grande do Norte 2017 apresenta projeto ousado e inédito

Até o dia 29 de outubro, o público poderá contemplar a maior e melhor mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas, que acontece no Aeroclube de Natal, localizado na Avenida Hermes da Fonseca, bairro Tirol. 

Em sua 4ª edição em terras potiguares, a CASACOR Rio Grande do Norte, trouxe para este ano o lema “Foco no Essencial” e, pensando nisso, os profissionais envolvidos na Mostra se dedicaram em pesquisas e olhares mais apurados para trazer novos conceitos e formas construtivas com menos impactos à natureza.

Dentro dos seus 31 ambientes, a Mostra emprega o conceito sustentável em detalhes, adornos, materiais e estruturas. Um dos exemplos que deixa este conceito em total evidência é o projeto ousado e inédito da arquiteta Olga Portela, em transformar um enferrujado silo (tonel) de óleo de castanha, esquecido há anos em um depósito de ferro na cidade de Macaíba (região metropolitana de Natal), em uma charmosa e aconchegante doceria, o Silo de Açúcar (produtos da Rafaela Fontes Chocolateria). 
De acordo com Olga, a ideia inicial era utilizar um container. “Minha ideia era agregar valores, não só arquitetônicos, mas também ambientais. Queria utilizar materiais já existentes que me proporcionasse a redução significativa de subsídios e recursos naturais, pois sempre procuro dar aos meus projetos, novas aplicações a materiais. Mas, sem dúvida nenhuma, esse foi o meu maior feito neste sentido”, explica Portela.

Entre os desafios: transformar o tonel em um espaço comercial e funcional, que permeasse a delicadeza e o conforto. Dentro da proposta sustentável do Silo de Açúcar, a arquiteta utilizou placas fotovoltaicas para gerar e abastecer o ambiente com a energia solar. Na parte interna utiliza pisos em porcelanato de uma empresa certificada pela Scientific Certification System – SCS, filiada ao U.S. Green Building Certification, os móveis são produzidos com madeiras reflorestadas, instalações com lâmpadas de LED, sistema de climatização tipo A e porta automática que assegura a economia de energia.

O Silo inspira e expira reflexões aos visitantes. “Quero que todos repensem suas ações no presente, onde fazer o mais com menos tem relevância e insere valores no cotidiano das pessoas, de forma que os fatores econômicos, sociais e ambientais permaneçam sempre na mesma sintonia”, conclui a arquiteta Olga Portela. 

Além deste, outros ambientes se destacam no âmbito sustentável ou no uso de materiais com baixo valor para manutenção, como a Recepção concebida pela arquiteta Viviane Teles que já conta com mais de 30 anos de atuação, com ênfase em projetos sustentáveis, a Fachada e Passeio de Nilberto Gomes e Haroldo Maranhão, a Sorveteria de Mariana Lopes e Nathalia Bocayuva, a Adega de Débora Farias, a Varanda da Praia de Claudiny Cavalcanti, o Living e Lavabo projetado por Lorena Azevedo, a Cozinha de Gladys Fernandes e Yeda Maria Leite, o Home Office de Nadiedja Melo e a Confraria de Ana Clara e Ceres Madruga.

Serviço:

Período da Mostra: até 29 de outubro de 2017.

Horário: de terça a domingo (e feriados), das 16h às 22h.

Local: Aeroclube - Av. Hermes da Fonseca, 1296, Tirol.

Valor da entrada: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)

Passaporte: R$ 100 (concede entrada livre durante os 45 dias).Foto:Alberto Medeiros/Divulgação

farol marcas e patentes

Comentários

Os Comentários publicados, são de inteira responsabilidade de quem está comentando por perfil no facebook, não representa o autor nem o blog, isenta totalmente a opinião do autor deste Blog.

Instagram