Nas Redes

Programação do Encontro de Dança continua neste fim de semana com apresentações em Natal e Parnamirim

“Encontrar é preciso”. Com apresentações lotando teatros potiguares e disseminando os significados da dança contemporânea desde o último dia 09, a segunda etapa do Encontro de Dança 2017, dirigido por Diana Fontes, segue com programação para este sábado (12) e domingo (13). Tem companhia nacional como o Camaleão Grupo de Dança de Minas Gerais e várias companhias do Rio Grande do Norte como:

Entre Nós Coletivo de Criação e Anízia Marques Cia de Dança de Natal, Diocecena e Nathália Negreiros de Mossoró. Todas as apresentações são gratuitas e os ingressos de acesso começam a ser distribuídos na bilheteria de cada teatro uma hora antes do início do espetáculo.
No sábado (12), haverá três apresentações no Teatro de Parnamirim. Às 20h, quem abre a noite é Nathália Negreiros de Mossoró, no solo “Aviso Prévio” que trata das relações e quando uma das partes deseja “rescindir” sem justa causa. 

Às 20h30, a Diocecena, também de Mossoró, assume o palco em uma apresentação que mistura quatros obras, Seu desprezo...minha loucura, O Grito do Silêncio, Abstrato e Seca Dágua, com coreografias de Roberta Schumara, expõem a forma de pensar e sentir, mergulhando num universo entre a poesia e a realidade. 

E, às 21h, o Entre Nós Coletivo de Criação de Natal apresenta “Salão”. Com coreografia de Willy Helm, a obra é inspirada no universo lúdico e sem palavras do filme Le Bal (o Baile), de Ettore Scola. Trata das situações mais comuns que ocorrem nos relacionamentos, desde o primeiro contato até a separação, como se toda uma vida a dois passasse num salão de baile.

Já no domingo (13), o Encontro apresenta no Teatro de Cultura Popular, às 18h, “A Quarta Parede” de Anízia Marques Cia de Dança (Natal). Obra inspirada no sonho enquanto experiência real e imaginária a um só tempo, ao tecer a fugacidade de sons e imagens que nos habitam, com coreografia de Clébio Oliveira. 

Encerrando a programação do final de semana, a companhia Camaleão Grupo de Dança (MG), chega ao Teatro de Parnamirim às 20h com “traz-humante” de Omar Carrum e Vladimir Rodriguez, uma obra que fala de significados, história, relação entre sujeitos e objeto, personificação e a busca incessante por algo. 

O Encontro tem o patrocínio da Lei de Incentivo à Cultura, O Boticário na Dança, Prefeitura Municipal de Natal, Programa Djalma Maranhão, Unimed, Beach Resort Natal, CEI, parceria cultural da Prefeitura Municipal de Parnamirim, apoio Fundação José Augusto, Teatro de Cultura Popular e realização da Espaço Vivo Promoções e Ministério da Cultura. O evento também conta com a parceria do coletivo “Farofa Crítica”, com textos sobre as obras apresentadas ao longo da programação e publicados no site www.farofacritica.com.br Foto:Bruno Martins/Divulgação

farol marcas e patentes

Comentários

Os Comentários publicados, são de inteira responsabilidade de quem está comentando por perfil no facebook, não representa o autor nem o blog, isenta totalmente a opinião do autor deste Blog.

Instagram