Nas Redes

Ordem de serviço de saneamento básico de São Miguel do Gostoso será assinada hoje

Estará acontecendo hoje (22) às 16 horas,em frente a Câmara Municipal de São Miguel do Gostoso,a ordem de assinatura de serviço do saneamento básico do município de São Miguel do Gostoso.

A cidade de São Miguel do Gostoso tem no nome a benção divina do anjo e da beleza natural que a faz, hoje, o principal destino turístico ao Norte do Estado potiguar e destaque como atrativo mais promissor do Pólo Costa das Dunas, que abrange cidades do litoral e do Rio Grande do Norte, incluindo a capital Natal.

Mas há um contraste em “Gostoso” pouco percebido por visitantes passageiros e que afeta a saúde não só da população, mas em menor incidência, também dos turistas: a falta de esgotamento sanitário, de suma importância para qualquer cidade e mais ainda para um destino cuja paisagem preza pela beleza sustentável.
Foi com o propósito de sanar essa pendência no município que o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Turismo do RN e com recursos do Governo Cidadão via acordo de empréstimo com o Banco Mundial, elaborou o que pode vir a ser a maior obra estruturante de Gostoso nos últimos anos.

“Priorizamos essa obra que proporcionará melhor qualidade de vida à comunidade e melhor infraestrutura turística. Portanto, uma ação que beneficia o turismo, a saúde pública e a economia da região, já que turismo gera emprego e renda e saneamento gera economia nos custos de saúde”, enfatizou o secretário estadual de Turismo, Ruy Gaspar.

A obra tem estimativa de execução em 18 meses e deixará o município 100% saneado. O projeto executivo foi elaborado pela Caern e está orçado em R$ 25,3 mil. Na oportunidade, o governador também assinará as ordens de serviço dos Subprojetos de Acesso à Água e Inclusão Produtiva dos municípios de Rio do Fogo, Touros, Caiçara do Norte e Maxaranguape.

Realidade atual-Até o momento, a prática comum na comunidade de Gostoso é de soluções individuais, de despejo de esgotos in natura nas vias públicas e nos rios e riachos que cortam a cidade. A consequência é o odor desagradável e principalmente a proliferação de vírus e bactérias causadores de verminoses, hepatites, pneumonia, entre outras enfermidades.

E o quadro só tendia a piorar com o crescimento da cidade e o consequente aumento de esgotos. Por isso estava evidente a necessidade da implantação de um sistema de esgotamento sanitário completo e eficaz para prevenir doenças e entregar uma cidade limpa, com melhor conforto à comunidade, ao turista e também ao investidor não só de Gostoso, mas de toda a região próxima.Foto:Divulgação  

farol marcas e patentes

Comentários

Os Comentários publicados, são de inteira responsabilidade de quem está comentando por perfil no facebook, não representa o autor nem o blog, isenta totalmente a opinião do autor deste Blog.

Instagram