Nas Redes

“Minha vida parou” diz dono da bicicleta sobre o jovem que foi torturado e teve testa tatuada de “Eu Sou ladrão e vacilão”

O dono da bicicleta que seria supostamente roubada pelo adolescente que teve a testa tatuada com a frase "eu sou ladrão e vacilão", na última sexta-feira (9), disse que não consegue "nem dormir nem comer" após o ocorrido. Ademílson de Oliveira, de 31 anos, acredita que a tortura feita com a vítima não foi justa.

No momento do ocorrido, em São Bernardo do Campo (ABC paulista), Oliveira afirmou que estava no médico.
"Quando cheguei, o Maycon contou que tinha impedido o furto da minha bicicleta e mostrou o vídeo. Aquela imagem não sai da minha cabeça. Eu não consigo dormir nem comer. Minha vida parou", afirmou.

De acordo com a Folha de S. Paulo, Oliveira declarou que se estivesse na pensão, onde o adolescente de 17 anos foi torturado, teria impedido a ação.

"O que fizeram não foi certo. Ele não iria muito longe com minha bicicleta porque todo mundo conhece ela. Queria encontrar com a família desse menino para falar que eu não tenho nada a ver com isso", disse.Notícias Ao Minuto/Foto:Reprodução 

farol marcas e patentes

Comentários

Os Comentários publicados, são de inteira responsabilidade de quem está comentando por perfil no facebook, não representa o autor nem o blog, isenta totalmente a opinião do autor deste Blog.

Instagram