Isenção de visto eleva para mais de 500 mil expectativa de turistas na Olimpíada - Salomão Medeiros

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Isenção de visto eleva para mais de 500 mil expectativa de turistas na Olimpíada

A isenção de vistos de entrada para turistas americanos, japoneses, canadenses e australianos, que vierem assistir aos Jogos Olímpicos (5 a 21 de agosto) e Paralímpicos (7 a 18 de setembro), concedida pela lei 13.193, que começou a vigorar no último dia 1º, deverá ter repercussões positivas para o turismo e a economia do estado do Rio de Janeiro de todo o Brasil e elevará de 400 mil para mais de 500 mil a expectativa de turistas que virão assistir ao evento. 

Essa é a avaliação feita hoje (3) pelo presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ), Alfredo Lopes, ao lembrar que há cerca de 30 anos o Brasil recebe anualmente quase seis milhões de turistas internacionais, dos quais 10% ( 600 mil), são oriundos dos Estados Unidos, que visitam o Rio de Janeiro. A isenção tem validade para entrada no país até 18 de setembro, dia do encerramento dos Jogos Paralímpicos, e uma permanência em território nacional de até noventa dias.

“É um mercado muito importante que, de certa forma, está contido pela dificuldade da obtenção de visto. Com essa exigência caindo durante a Olimpíada, vamos ter um número enorme de americanos vindo para o Rio de Janeiro e para o Brasil”, segundo Lopes. 
O presidente da ABIH-RJ destacou que o mesmo se aplica ao Japão, Canadá e Austrália, também beneficiados pela medida, embora os Estados Unidos sejam considerados hoje o maior exportador de turistas para o mundo.

Segundo Alfredo Lopes, o pleito da rede hoteleira e do setor do turismo é que a isenção fosse mantida por, pelo menos, mais dois anos “porque neste momento em que o Brasil atravessa uma crise econômica tão dura , com certeza esses turistas seriam muito bem-vindos aqui, deixando uma receita enorme de impostos e também de consumo no nosso país”. A valorização do dólar é outro fator de atração para os turistas estrangeiros virem ao Brasil, disse o líder hoteleiro.

Lopes disse que o Brasil fica abaixo, inclusive, de Buenos Aires, em recebimento de turistas internacionais. Por isso, existe uma “demanda enorme” contida. Graças à isenção de vistos para visitantes norte-americanos, canadenses, japoneses e australianos, ele acredita que haverá uma arrancada de 30% a 40% no montante de turistas, pois a exigência de visto de entrada é um inibidor para o turismo no Brasil.Agência  Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deste blog estão sujeitos a moderação e não serão publicados: comentário com ofensa pessoal, racismo, bullying ou desrespeito a opinião dos outros e/ou ofensas a outros comentários.

Redes Sociais

Siga para ficar mais próximo do blog.

Recentes

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *