Delegado é designado para investigar desaparecimento do Professor Alcivan Medeiros - Salomão Medeiros

terça-feira, 12 de abril de 2016

Delegado é designado para investigar desaparecimento do Professor Alcivan Medeiros


Desde o início desta semana que um delegado da Polícia Civil do estado do Rio Grande do Norte, foi designado para realizar as investigações do desaparecimento do Professor Alcivan Medeiros da Silva.


O caso que chocou a sociedade potiguar, em especial as cidades de Santana do Matos e Felipe Guerra,onde ele lecionava na Escola Municipal Professora Maria Letícia Damasceno e Escola Municipal José do Patrocínio Barra.


O caso de acordo com informações, o delegado civil designado para fazer as investigações, até o presente momento não deu entrevista à imprensa, preferindo agir de forma no anonimato para não atrapalhar as investigações e manter em segredo todas as investigações.
Delegado está investigando desaparecimento do Professor Alcivan Medeiros


“A sociedade poderá ficar despreocupado que terá resposta sobre esse bárbaro caso”, informou a fonte ao Blog Salomão Medeiros.


Ontem o delegado da Polícia Civil esteve na cidade de Mossoró para dá prosseguimento às investigações e ouvir pessoas.


As investigações estão em andamento e continuam a todo vapor. Os maiores desdobramentos poderão acontecer antes do previsto, informou a fonte.


Desaparecido desde o último dia 2 deste mês,quando o carro dele Fiat Uno Evolution, de cor preta, ano 2015, placa OWF – 7246, foi encontrado carbonizado, na comunidade Tapuio, na divisa do município de Santana do Matos e Fernando Pedroza e identificado como do Professor Alcivan Medeiros da Silva.


Além do carro carbonizado foi encontrado no banco do passageiro, um corpo carbonizado, o que ainda está sendo periciado no Instituto Científico de Polícia (ITEP) e o resultado deverá sair até o dia 10 de Maio de 2016.


A polícia civil trabalha na possibilidade de João Carlos, como o principal suspeito do desaparecimento do Professor Alcivan Medeiros da Silva, onde o mesmo morava com ele em um apartamento na cidade de Mossoró, há três anos. Foto: Reprodução 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários deste blog estão sujeitos a moderação e não serão publicados: comentário com ofensa pessoal, racismo, bullying ou desrespeito a opinião dos outros e/ou ofensas a outros comentários.

Redes Sociais

Siga para ficar mais próximo do blog.

Recentes

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *