Nas Redes

Senadora Fátima Bezerra alerta a sociedade contra a onda golpista antipopular


A senadora Fátima Bezerra alertou, nesta quarta-feira (23), para o que chamou de “uma imensa conspiração golpista”, que mais do que retirar a presidenta Dilma da Presidência da República, visa golpear a democracia e reverter às políticas sociais que deram dignidade ao povo brasileiro e elevaram o conceito do país na comunidade internacional.


A senadora destacou que o país vive a sua maior crise política desde a promulgação Constituição cidadã. “E essa crise acontece principalmente porque o partido derrotado nas eleições de 2014 não reconheceu sua derrota, e tenta reverter o resultado das urnas por meio de manobras e incitação ao conflito, com apoio da mídia conservadora e de setores do Ministério Público, do Judiciário e da Polícia Federal.


Para a senadora, essa onda reacionária, conservadora e golpista está instituindo no País um estado de exceção midiático-judicial muito perigoso, que afronta direitos e garantias individuais, ao promover vazamentos criminosos de informações para acusar só um lado. “Mas o povo não engole essa balela de que o PT inventou a corrupção em nosso país. Mesmo que a mídia esconda as falcatruas do governos tucanos, como a merenda escolar e o trensalão, e as denúncias de corrupção contra, por exemplo, o senador Aécio Neves, o povo aos poucos vai percebendo a verdade”, destacou.
Senadora Fátima Bezerra alertou para que a sociedade possa estar atento da onda golpista
Investigações-Fátima voltou a reiterar que o governo e o Partido dos Trabalhadores não têm medo de investigação, pois foi justamente em seus governos mais se apoiou e se dotou o Estado brasileiro de instrumentos para a investigação, para o combate à corrupção. “Todas as operações que vêm na direção de pôr o dedo na ferida, no que diz respeito ao malfeito, têm de ser saudadas por nós. Agora, qualquer operação – e isso vale para a Lava Jato ou outra qualquer – tem de se dar nos marcos do Estado democrático de direito” ressaltou.


Fátima comentou ainda a decisão do Ministro Teori Zavascki, que determinou que o juiz federal Sérgio Moro envie para o Supremo Tribunal Federal as investigações da Operação Lava Jato que envolvem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “A decisão do Ministro Teori é uma decisão à altura do que a Nação brasileira espera da consciência cívica da Suprema Corte: uma decisão sensata, que garante a continuidade do processo investigatório, mas que, por outro lado, assegura que as investigações não se afastem, de maneira nenhuma, dos ditames da Lei”.


Sobre o pedido de impeachment da presidenta Dilma, Fátima lembrou que, apesar de ser um instrumento previsto na Constituição, não há justificativa legal que viabilize a cassação da presidenta Dilma. “Nós dizemos que o que está em curso é uma tentativa de golpe porque sobre a Presidente Dilma não paira absolutamente nenhum fato que justifique a sua cassação, porque ela simplesmente não cometeu crime de responsabilidade, como previsto na Constituição. Exigimos apenas que a deixem governar, essa é a única chance que temos de preservar a democracia”, enfatizou. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

farol marcas e patentes

Comentários

Os Comentários publicados, são de inteira responsabilidade de quem está comentando por perfil no facebook, não representa o autor nem o blog, isenta totalmente a opinião do autor deste Blog.

Instagram