Nas Redes

Obra de ampliação do Centro de Convenções de Natal é debatida em reunião


Representantes do Governo do Estado, do Ministério do Turismo, de entidades de classe e da construtora responsável pela obra de ampliação do Centro de Convenções de Natal estiveram reunidos na manhã de hoje (21), no próprio Centro, para debater as pré-agendas do espaço, cronograma de obras e apresentação do projeto definitivo de ampliação.


Durante o encontro foi definida nova data para conclusão da obra. Em razão de modificações no projeto original e consequente reajuste da planilha orçamentária, houve atraso na previsão de término na ampliação. Se antes estava estipulada a entrega do novo Centro de Convenções para dezembro de 2016, a nova data passa a ser julho de 2017.


“Temos o turismo como prioridade de Governo. Pela primeira vez em nossa história tivemos um estande próprio na Feira de Lisboa e deveremos ter na próxima Feira em Buenos Aires, por exemplo. Sabemos da importância desse equipamento para nossa receita e faremos o possível para agilizar sua conclusão”, atestou o secretário estadual de Turismo, Ruy Gaspar.


Os recursos do MTur para a ampliação são liberados conforme apresentação das novas medições do projeto, ou seja, a cada avanço na obra é enviado ao órgão o que foi feito, para reembolso da construtora. Uma das sugestões levantadas durante a reunião foi a de envio de medições semanais do projeto para melhor controle e acompanhamento do andamento da obra.
Representantes de vários segmentos turísticos durante reunião
Participaram também da reunião a presidente da Emprotur, Aninha Costa; o secretário nacional de Programas de Desenvolvimento do MTur, Neusvaldo Lima; o secretário de Infra-Estrutura, Jader Torres; o diretor executivo do Natal Convention Bureau, Francisco Barbosa de Albuquerque; o presidente da Câmara Empresarial de Turismo da Fecomércio, George Gosson, e demais representantes de entidades e associações.


Obra-Para o início da obra foi demolida uma área de 1.305.72 m2. O prédio, que atualmente tem 14 mil metros quadrados, terá um acréscimo de mais 10 mil m2, tendo uma maior capacidade de modular espaços de acordo com os eventos programados. A obra está orçada em R$ 30 milhões.


Desde que o Centro de Convenções voltou à administração do Governo do Estado, gerido pela Emprotur, o volume de receita só aumentou. O montante gerado pelo número de eventos captados pelo Natal Convention Bureau, por exemplo, subiu de R$ 63,6 milhões, em 2014, para R$ 77,8 milhões ano passado. 


“Só a população flutuante provocada pela média de 100 eventos ao ano, gira em torno de 600 mil pessoas, gerando em torno de R$ 120 milhões anuais para o cofre estadual”, ressaltou o coordenador do CCN, Nailson Dantas de Azevedo.Foto:Divulgação

farol marcas e patentes

Comentários

Os Comentários publicados, são de inteira responsabilidade de quem está comentando por perfil no facebook, não representa o autor nem o blog, isenta totalmente a opinião do autor deste Blog.

Instagram